Posts Tagged “bolhas”

Murganheira Velha Reserva 2002

Murganheira Velha Reserva 2002

Mais um episódio de bolhas, desta vez de Távora-Varosa, e ainda por cima de um ano que não é comum encontrar-se (excepto se tivermos amigos com uma garrafeira recheada de coisas boas – foi o caso). Esta Velha Reserva é uma das minhas (várias) fontes de bolhas habituais, embora de anos mais recentes, e é precisamente este patamar de complexidade que mais me agrada.

Este 2002 (sim, espumante de 2002, aberto quase no final de 2017) ainda tem frescura, o nariz já tem notas de pão torrado e caramelo e deixa-se ficar na boca durante muito tempo. Surpreendentemente (ou não!), a mousse está no ponto, e embora pareça um sacrilégio, equilibrou uma francesinha sem desaparecer na boca.

Ler mais
Quinta da Murta Rosé Extra Bruto

Quinta da Murta Rosé Extra Bruto

Sou um fã assumido de vários vinhos deste produtor, entre os quais o enorme Myrtus, mas confesso que o estilo do espumante que provei anteriormente não estava alinhado com o meu gosto. Fiquei muito surpreendido com este Rosé de Touriga Nacional, até porque tenho seguido de perto os branc de noirs (como por exemplo os vários elementos da Baga@Bairrada) e não esperava ficar tão agradado.

 

Ler mais
Bágeiras Super Reserva 2014

Bágeiras Super Reserva 2014

Um dos meus espumantes preferidos, este Super Reserva é um bruto natural (nada de xarope docinho), com uma bolha bastante afinada, nariz de limão e pêssego. Muito boa frescura, a solo ou à mesa é sucesso garantido

Ler mais
%d bloggers like this: