Vasques de Carvalho tawny 20 anos

Na categoria dos tawny, a dos 20 anos é a minha preferida; por outro lado, o esta é na minha opinião a melhor relação qualidade-preço se bem que acaba por ser um segmento onde a concorrência é grande.

A minha preferência vai para os tawny brancos (que não abundam), mas não deixo passar a oportunidade de molhar o bico nos tintos. Na minha opinião, o que mais se destaca neste Vasques de Carvalho é o equilíbrio no nariz e na boca. Os aromas habituais de frutos secos (amêndoa torrada), especiarias, compotas e baunilha encontram depois uma frescura de boca e um final longo e aveludado que me deixou impressionado.

Gente, não há dúvidas: está aí o Natal, e este é um excelente representante deste patamar, embora seja acompanhado de uma etiqueta pesada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.