Quinta de São Lourenço Espumante 2007

Estive na Bairrada durante o fim-de-semana do “Aqui na Bairrada” sem ter participado (o aniversário do sobrinhão tem prioridade), e encontrei por coincidência o António Mendes Nunes e a Joana Pratas durante o pequeno-almoço. Fiquei a saber que o vencedor da grande medalha de ouro foi este espumante mas do ano 2008, do qual sou um consumidor habitual embora o stock esteja em baixo.

Ora, arregacei mangas e, durante o almoço no Rei, fomos obrigados a acabar com as duas últimas de 2007. É evidentemente um espumante que pede companhia à mesa, e não se fez rogado com um arroz de peixe com limão e pregado, seguido do tradicional leitão. O nariz é complexo porque evidencia notas vegetais, fruta vermelha madura e pão torrado.

Na boca é muito evidente a frescura, mas nota-se também que é encorpado e tem um perfil seco, que alinhou bastante bem com uma sobremesa com doce de ovos. As Caves do Solar de S. Domingos continuam a não desiludir na aposta na qualidade; em equipa que ganha….

Não pode faltar em casa, prontinho a abrir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.