1756 - Museu da Demarcação - Real Companhia Velha

A Real Companhia Velha celebrou, no dia 10 de Setembro, o seu 262º aniversário nas suas novíssimas instalações do 17•56 Museu & Enoteca. Para além de uma visita ao Museu da primeira demarcação, ocorreu ainda uma MasterClass de Vinho do Porto na Enoteca 17•56 dirigida pelos Pedro(s) Silva Reis (Presidente e Fine Wine Manager respectivamente), e pelo Jorge Moreira (Director de Enologia).  O Museu demonstra o papel determinante que a Real Companhia Velha teve, ao longo dos anos, no percurso do Vinho do Porto e no Douro em geral, bem como em outras áreas relacionadas com o desenvolvimento do Porto (a cidade), como por exemplo a área social, educação e até mesmo na implementação de práticas contabilísticas.

 

 

A Masterclass ocorreu no andar superior, na Enoteca, e incluiu um conjunto inacreditável de referências de Vinho do Porto, divididos em três flights: Nova RCV, a tradição e Portos Icónicos. Neste patamar, as notas de prova são absolutamente estratosféricas. Imaginem começar o segundo flight (depois de quatro Vintage dos últimos 20 anos) com um equilibradíssimo tawny de 40 anos, para acabar no Colheita de 1927 (engarrafado 3 dias antes para esta Masterclass, enorme estrutura, frescura e muito longo) passando pelo Colheita de 77 (engarrafado em 2003, muito fresco) e pelo Colheita 1938 (vinagrinho is in the house)! De memória: Vintage 97 e 2007 foram os meus preferidos, prontos a beber mas com potencial de muita vida pela frente; daí para a frente o céu é azul e os passarinhos cantam porque os adjectivos são escassos. O caminho acabaria com os dois icónicos com 147 e 151 anos (!)…….

 

Nova RCV
Carvalhas Vintage 2016
Real Companhia Velha Vintage 2011
Real Companhia Velha Vintage 2007
Carvalhas Vintage 1997

A tradição
Royal Oporto 40 Anos
Royal Oporto Colheita 1977
Colheita 1938
Colheita Especial 1927 – idealizado para sair para o mercado como Carvalhas

2 Portos Icónicos
Royal Oporto Vintage Bismark 1871
Carvalhas Memories 1867

Royal Oporto tawny 40 anosRoyal Oporto Colheita 1977Real Companhia Velha Colheita 1938Real Companhia Velha Colheita 1927Royal Oporto Vintage Bismark 1871 Carvalhas Memories 1867

No primeiro andar temos a Fromagerie Portuguesa (mais de 50 queijos nacionais e internacionais para consumir no local ou para levar), o Shiko de inspiração japonesa e o Reitoria que é responsável pelas sandes gourmet e as carnes maturadas da steakhouse. Existe ainda um cigar club, mesmo na entrada das escadas, virado para a zona exterior onde podemos usufruir de um terraço virado para o Douro, local onde apetece voltar e ir ficando. O espaço foi pensado para que o vinho fosse o actor principal, seja em comunhão com os sólidos como a solo, ajudado por uma excelente carta de vinhos com mais de 500 referências onde não faltam os Portugueses mas onde estão também muitos estrangeiros.

 

Museu da primeira demarcação

O Museu da 1.ª Demarcação situa-se no piso 0 e é contíguo a uma sala de provas e loja de vinhos. Dividido em sete capítulos, no núcleo museológico conta-se a história do Douro, a mais antiga região demarcada e regulamentada do mundo, indissociável da própria história da Real Companhia Velha. É possível fazê-lo através de inúmeros objectos e documentos pertença do espólio da empresa, onde se destaca o Alvará Régio assinado por D. José I a 10 de Setembro de 1756, sob os auspício do Marquês de Pombal – disponível na versão original, intocável, e em duas versões digitais, passíveis de serem folheadas – e garrafas históricas. Um museu que nos conta também alguns dos mais importantes acontecimentos mundiais.

Enoteca 17•56

No piso 1 situa-se a Enoteca 17•56, um espaço que pretende contribuir para a afirmação do Porto como uma das dez capitais mundiais do vinho e onde a oferta gastronómica é bastante variada, mas o vinho é rei. De notar que, para além do amplo portefólio da Real Companhia Velha (aqui listado com 300 referências, por ter mais do que uma colheita por vinho), vão estar ao dispor alguns dos melhores vinhos de Portugal, na secção ‘Carta dos Amigos’, e também vinhos das imponentes regiões do Velho Mundo. No total, a carta de vinhos ultrapassa as 500 referências. O vinho é o foco de todo este projecto, sendo complementado com uma variada oferta gastronómica, na Enoteca 17•56. Logo à entrada, a Fromagerie Portuguesa apresenta uma selecção de cinquenta queijos nacionais e internacionais, que podem ser consumidos no local ou comprados para levar para casa. A oferta de cozinha tradicional, peixes e mariscos é assegurada por um chefe e equipa da Real Companhia Velha. O Reitoria assegura as sandes gourmet e a steakhouse, com carnes maturadas diversas; e o Shiko um raw bar, de inspiração japonesa.

17•56 Museu & Enoteca da Real Companhia Velha
Morada: Alameda da Rua Serpa Pinto, 44B (entrada principal) ou Avenida Ramos Pinto
Telefone: 222 448 500
Museu
Horário: 10h30 às 19h00
Preço: 15 euros por pessoa (com prova de vinhos)
Enoteca
Horário: 11h00 às 23h00, todos os dias
Lotação: 190 lugares

1756 - Museu da Demarcação - Real Companhia Velha

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.